Vigilância Sanitária é quem deve fiscalizar resultados de testes de Covid-19, diz CRF-PI

Com a possibilidade da população comprar testes em farmácias, existe uma preocupação com a subnotificação de casos positivos e negativos que não estão sendo repassados. A Secretaria de Saúde tem recomendado que mesmo após resultado do teste, a população procure um posto de saúde, pois o autoteste não é considerado tão eficaz como PCR, por exemplo.


 Vigilância Sanitária é quem deve fiscalizar resultados de testes de Covid-19, diz CRF-PI
some text

O Conselho Regional de Farmácia do Piauí (CRF-PI) divulgou nesta quinta-feira (16) uma nota informando que não é sua responsabilidade acompanhar se as farmácias estão informando para a Secretaria de Saúde do Estado o resultado dos testes de Covid-19.

A declaração acontece após o novo decreto publicado pela governadora Regina Sousa (PT) que determinou que farmácias e drogarias que realizam testes rápidos de Covid-19, são obrigadas a notificar os resultados para a Secretaria de Saúde do Estado. 

Com a possibilidade da população comprar testes em farmácias, existe uma preocupação com a subnotificação de casos positivos e negativos que não estão sendo repassados. A Secretaria de Saúde tem recomendado que mesmo após resultado do teste, a população procure um posto de saúde, pois o autoteste não é considerado tão eficaz como PCR, por exemplo.

Em nota, o CRF-PI informou que não possui responsabilidade de fiscalizar o cumprimento do repasse dos dados, sendo isso competência da Vigilância Sanitária.

“Os profissionais farmacêuticos vem atuando na linha de frente do enfrentamento da Covid-19 desde o início da epidemia, inclusive, realizando testes nas farmácias após resolução que permitiu o serviço nestes estabelecimentos, mas destaca que, não é de sua competência o acompanhamento do repasse dos dados notificados aos órgãos de controle, sendo este serviço, atribuição da Vigilância Sanitária Estadual perante os estabelecimentos farmacêuticos”, destacou.

Nota do CRF-PI

O Conselho Regional de Farmácia do Piauí ressalta que os profissionais farmacêuticos vem atuando na linha de frente do enfrentamento da Covid-19 desde o início da epidemia, inclusive, realizando testes nas farmácias após resolução que permitiu o serviço nestes estabelecimentos, mas destaca que, não é de sua competência o acompanhamento do repasse dos dados notificados aos órgãos de controle, sendo este serviço, atribuição da Vigilância Sanitária Estadual perante os estabelecimentos farmacêuticos. Reafirmamos nossa disposição para que a população receba sempre o melhor cuidado e atendimento onde houver um farmacêutico presente.

Fonte: Cidade Verde

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.