Vereador propõe intervenção da força nacional de segurança em Parnaíba

Nos últimos dias os homicídios vêm ocorrendo diariamente em Parnaíba.


 Vereador propõe intervenção da força nacional de segurança em Parnaíba
some text

O vereador Irmão Marquinhos (DEM), apresentou um requerimento na sessão ordinária da câmara municipal de vereadores de Parnaíba dessa terça-feira (24), pedindo para que fosse encaminhada correspondência ao Senador e Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, para que seja solicitado junto ao Presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), a intervenção da força nacional de segurança na cidade de Parnaíba-Pi.

A população está apavorada com a crescente onda de violência, que já vem causando um sentimento de revolta. Segundo o requerimento, é grande o número de homicídios, a população clama por falta de segurança no município. Nos últimos dias os homicídios vêm ocorrendo diariamente, a segurança pública do Estado tem se tornado ineficiente.

"na verdade existe uma necessidade nesse momento do estado chamar a responsabilidade, e de fato dar uma resposta a sociedade. Nós sabemos que não é só o estado, não é só a irresponsabilidade do estado a segurança pública, mas o estado é quem na verdade encabeça polícia civil, polícia federal (sic), quem abre esse diálogo, quem fomenta de fato isso, tudo isso, é o estado, e o que temos visto ultimamente é uma verdadeira negligência do estado em relação a segurança pública de nossa cidade, da cidade de Parnaíba", disse o parlamentar.

O requerimento do vereador, vai em conformidade com a violência crescente em Parnaíba. Em menos de 30 dias dois homicídios vitimaram pessoas ligadas a igrejas evangélicas. No último 23/06 um jovem de 23 anos, identificado como José Renato do Nascimento Júnior, morreu após ser baleado durante um assalto em Parnaíba. A moto de Renato foi levada no assalto, dias depois foi localizada no Povoado Pirangi, no estado do Maranhão.

Na última semana o pastor evangélico, Hilquias Clarindo Gomes, de 60, foi assassinado na rua Timbira, em frente a casa de um amigo, após ter ido buscar sua esposa. Ao sair da casa ele teria sido abordado por uma dupla de assaltantes, que chegou ao local em uma moto, e foi baleado em seguida. A motocicleta de Hilquias não foi levada pelos criminosos.

Parnaíba já conta com duas facções, o CV (Comando Vermelho) e PCC (Primeiro Comando da Capital). O delegado da Polícia Federal de Parnaíba, Pedro Roberto Meireles Lopes, informou durante coletiva de imprensa no dia 01/07, que as facções estão em guerra no litoral em disputa por território. Segundo o delegado, cerca de 40 assassinatos ocorreram nesse período motivados por brigas entre as facções.

A última vez que a força nacional veio a Parnaíba foi em 2015, e foram enviados 90 homens ao estado do Piauí.

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.