Universidades federais terão cursos à distância no Reuni Digital

De acordo com o ministro da Educação, Victor Godoy, além de atender uma demanda que já é oferecida pela iniciativa privada, a abertura de vagas EAD vai contribuir para alcançar a meta 12 do Plano de Nacional de Educação, que estabelece em 33% o percentual de matrículas para a população de 18 a 24 anos.


 Universidades federais terão cursos à distância no Reuni Digital
some text

O Ministério da Educação lançou nesta segunda-feira (20) o programa Reuni Digital, que vai ofertar vagas em educação superior através do Ensino à Distância. Neste ano, em caráter de programa piloto, 10 universidades federais vão disponibilizar 14 cursos EAD de curta duração, de 3 anos, totalizando 5 mil vagas. 

De acordo com o ministro da Educação, Victor Godoy, além de atender uma demanda que já é oferecida pela iniciativa privada, a abertura de vagas EAD vai contribuir para alcançar a meta 12 do Plano de Nacional de Educação, que estabelece em 33% o percentual de matrículas para a população de 18 a 24 anos.

Por outro lado, a Andes, Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior critica a proposta de ampliar as vagas por meio do ensino EAD, afirmando que é uma proposta de precarizar o ensino superior, conforme explicou Elizabeth Barbosa, vice-presidente da Andes no Rio de Janeiro.

Mais informações sobre as universidades que vão participar e os cursos ofertados estão no portal gov.br  

Fonte: Agência Brasil

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.