Técnicos do Ministério da Saúde estão debatendo internamente a aplicação de uma dose de reforço para as crianças de 5 a 11 anos

A orientação para a dose de reforço para crianças ainda está em fase de debates internos entre os técnicos.


 Técnicos do Ministério da Saúde estão debatendo internamente a aplicação de uma dose de reforço para as crianças de 5 a 11 anos

Vaincação contra covid – Vacina Astrazeneca – Centro de Saúde n°13, 23/07/2021 Fotos: Myke Sena/MS

some text

Técnicos do Ministério da Saúde estão debatendo internamente a aplicação de uma dose de reforço para as crianças de 5 a 11 anos, em razão da alta nos casos de Covid. Seria a terceira dose para esse público. O ministério já havia recomendado, no fim do mês passado, o reforço para adolescentes de 12 a 17 anos.

No mês passado, A Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês, equivalente à Anvisa nos Estados Unidos) autorizou o uso de uma dose de reforço da vacina da Pfizer contra a Covid para crianças de 5 a 11 anos pelo menos cinco meses após o esquema vacinal completa.

A orientação para a dose de reforço para crianças ainda está em fase de debates internos entre os técnicos. A palavra final caberá ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

O Brasil registrou nesta terça-feira (7) 294 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 667.400 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 96. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -9%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Fonte: G1

Christiane albuquerque

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.