Surto de hepatite aguda é definida pela OMS como questão “muito urgente”

O surto de hepatite aguda foi anunciado pela OMS em 15 de abril. A doença tem afetado crianças com idades entre um e 16 meses, especialmente menores e 10 anos.


 Surto de hepatite aguda é definida pela OMS como questão “muito urgente”
some text

Desde que foram identificados os primeiros casos de hepatite aguda em crianças no Reino Unido, a doença de origem ainda não determinada tem se espalhado e já chegou a cerca de 20 países. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a situação como uma questão “muito urgente” e disse que está dando “prioridade absoluta” a isso.

“É muito urgente, e estamos dando prioridade absoluta a isso e trabalhando muito de perto com o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças na gestão e coordenação”, disse na segunda-feira o diretor regional de Emergências da OMS na Europa, Gerald Rockenschaub.

Segundo ele, a agência de saúde está fazendo “todo o possível para identificar rapidamente o que está causando isso para depois tomar as medidas adequadas, tanto a nível nacional como internacional”.

Surto se espalha

O surto de hepatite aguda foi anunciado pela OMS em 15 de abril. A doença tem afetado crianças com idades entre um e 16 meses, especialmente menores e 10 anos.

Além de inflamação no fígado, muitas apresentam sintomas gastrointestinais como dores abdominais, diarreia e vômitos.

A OMS confirmou que, até dia 21 de abril, pelo menos 17 crianças precisaram fazer um transplante de fígado e uma criança tinha morrido. Esses números oficiais, no entanto, vão aumentando à medida que países vão divulgando novos dados.

Na segunda-feira, a Indonésia anunciou a morte de 3 crianças vítimas da doença.

Casos da infecção já foram detectados na Espanha, Israel, Dinamarca, Itália, Estados Unidos e Bélgica, entre outros países. Não houve nenhuma confirmação no Brasil ainda.

Possível causa

O que chama atenção é que hepatite grave, como os do surto atual, são incomuns em crianças. Além disso, os vírus típicos da hepatite não foram detectados em nenhum desses casos, o que torna a origem misteriosa.

Embora a causa ainda não tenha sido determinada, a hipótese mais forte é que a doença esteja sendo causada por um tipo de adenovírus que provoca uma série de condições, incluindo o resfriado comum, pneumonia , diarreia e conjuntivite.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que o adenovírus do tipo 41 foi detectado em pelo menos 74 casos.

Embora esse adenovírus já tenha sido associado à hepatite em crianças com sistema imunológico enfraquecido, ele “não é conhecido por ser uma causa de hepatite em crianças saudáveis”, de acordo com o alerta do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC).

Fonte: Catraca Livre

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.