Sesapi realiza Oficina para discutir combate ao suicídio

A qualificação é realizada de maneira virtual durante dois dias com profissionais de vários setores.


 Sesapi realiza Oficina para discutir combate ao suicídio
some text

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Gerência de Atenção à Saúde Mental, realiza dois dias (25 e 26/08) de oficinas de Qualificação para a Prevenção em Saúde Mental, Vigilância e Assistência à Saúde, que fazem parte do Projeto Estadual de Prevenção ao Suicídio. A qualificação é voltada para os municípios do Território Vale do Canindé e Serra da Capivara, destinada aos profissionais da Atenção Básica, Especializada, Hospitalar, Urgência e Emergência, além dos profissionais dos intersetores.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o segundo lugar em mortes entre jovens de 15 a 29 anos de idade em todo o mundo é o suicídio. No Piauí, o ultimo boletim epidemiológico de 2020, 76,5% das vítimas eram do sexo masculino e 23,5% do sexo feminino. Dentre as mortes violentas no Estado, o suicídio ocupou a terceira causa de morte com 14,8% das mortes.

Segundo a Gerente de Atenção à Saúde Mental, Virginia Pinheiro, o compromisso da Sesapi é continuar buscando ações estratégicas de educação permanente para o acolhimento, manejo adequados, com vistas à redução cada vez mais a ideação suicida, as tentativas de suicídio da população do estado.

Na oficina de quarta-feira, dia 25, a participação do psicólogo Paulo Navasconi(PR), Mestre e Doutorando em Subjetividade e práticas sociais na contemporaneidade pela Universidade Estadual de Maringá e participação também do psicólogo Álvaro Palha Júnior, Especialista em Saúde Indígena.

Na sua participação, o psicólogo Paulo Navasconi afirmou que o suicida usa a própria existência para dizer que não está bem, sendo um processo muito doloroso. ”Usar a própria existência para se fazer notar dói muito. Precisamos prevenir o suicídio. É uma questão de ética e trabalhar o fenômeno do suicídio é trabalhar com rede, com esperança. O suicida desiste de quem ele é. É isso que temos que evitar”, diz ele.

Fonte: Sesapi

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.