Sem acordo com a SEDUC servidores municipais ameaçam greve

O ministério público firmou com o SINTE, com a SEDUC e com Conselho Municipal de Educação que nesta próxima quinta-feira (30) será divulgado um relatório com uma lista sobre essa a que pé está a situação do retorno presencial.


 Sem acordo com a SEDUC servidores municipais ameaçam greve
some text

O Sindicato dos servidores municipais realizou na manhã desta quarta-feira (29), mais uma manifestação contra o retorno presencial das escolas. O presidente do sindicato, Leandro Lopes, contou que não houve nenhum avanço por parte da SEDUC em procurar por um diálogo. De acordo Leandro, após a manifestação de hoje iria ser deliberado uma greve sanitária. Segundo o presidente do SINDSERM, greve sanitária é diferente de uma greve normal, pois a greve sanitária tem o intuito de assegurar a saúde física daqueles que fazem parte daquele ambiente de trabalho, no caso em específico, profissionais da educação e alunos.

Leandro Lopes afirma que, essa atitude de paralização só irá acontecer caso a Seduc não converse com o Sindserm e com o Sinte, sendo que o Sindserm já está com a greve sanitária paralisada em relação aos servidores administrativos da Seduc. "Conversei com a senhora aparecida, da vigilância sanitária, ela disse que não autorizou o retorno das aulas, ela disse que está fazendo um parecer individual das escolas". disse Leandro Lopes.

A Secretária Fátima Silveira, disse ao site Opiauies.com que até o presente momento estava desconhecendo do movimento de paralisação do Sindserm, e que desde a primeira manifestação o sindicato não entrou em contato com a Seduc. A secretária afirma não entender “para que tanto alarde sobre a volta presencial”, pois segundo ela, muitas escolas do município estão preparadas para voltar cumprindo com todas as medidas sanitárias.

Todavia, de acordo com os vereadores que fazem parte da comissão de educação da câmara de vereadores e que vistoriaram as escolas municipais, constataram a falta de estrutura física, além da falta de adequação sanitária, como álcool em gel e o distanciamento social.

O ministério público firmou com o SINTE, com a SEDUC e com Conselho Municipal de Educação que amanhã (30) será divulgado um relatório com uma lista sobre essa a que pé está a situação do retorno presencial.

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.