Secretário anuncia centro integrado para reforçar segurança no Litoral

O secretário contou que o enfrentamento a facções no Litoral do Piauí já está ocorrendo de forma intensificada com a Força Integrada de Segurança, mas detalhou que quanto maior a presença policial na região, maior o combate ao crime e consequentemente a organizações criminosas.


 Secretário anuncia centro integrado para reforçar segurança no Litoral
some text

Em entrevista ao site GP1 na tarde desta sexta-feira, dia 1, o secretário de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), coronel Rubens Pereira, afirmou que o Centro Integrado de Segurança Pública será montado no Litoral do Piauí ainda neste mês de julho, período em que milhares de turistas aproveitam as férias nas praias piauienses.

Rubens Pereira pontuou que o centro integrado será instalado até o início da segunda quinzena de julho e ficará localizado em um ponto estratégico do litoral, sob a coordenação do major Audivam Nunes. Ele ressaltou que o objetivo é proteger os turistas e reduzir a atuação de criminosos na região.

Coronel Rubens Pereira
Foto: Marcelo Cardoso/GP1

Coronel Rubens Pereira

“O centro integrado será instalado no máximo no dia 15 ou até dia 17. A finalidade é integrar no mesmo local as ações da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, onde a população possa ter o acesso mais fácil em local estratégico para que tenha mais visibilidade. A função é de proteção aos turistas, essa é a finalidade, proteção das pessoas que deixam suas cidades, seus locais de origem, inclusive Teresina, e vão para lá de férias como descanso”, detalhou o coronel.

Combate a facções no Litoral do Piauí

O secretário contou que o enfrentamento a facções no Litoral do Piauí já está ocorrendo de forma intensificada com a Força Integrada de Segurança, mas detalhou que quanto maior a presença policial na região, maior o combate ao crime e consequentemente a organizações criminosas.

“A primeira função é essa, proteger a população e turistas. É claro que nós já estamos lá com reforço policial para essa questão de enfrentamento das organizações criminosas. Mas assim, a presença policial inibe a prática de homicídios, roubos e furtos e esperamos reduzir os crimes. O combate mesmo às organizações criminosas, de forma bem efetiva, é o que já estamos fazendo desde o ano passado com a integração das forças de segurança pública, com investigação de qualidade, cumprimento de mandados de prisão e muito mais nesse sentido”, finalizou.

Fonte: Gp1

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.