Promotora pede uso de R$ 12 milhões da conta única para ações de queimadas no Piauí

Para garantir a execução do plano, o MPPI requisitou que seja considerado a existência do montante de cerca de R$ 12 milhões que constitui a receita do Fundo de Aparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Piauí – FUNAP-CBMEPI.


 Promotora pede uso de R$ 12 milhões da conta única para ações de queimadas no Piauí
some text

O Corpo de Bombeiros deve apresentar até amanhã (28) um plano de ação para combater incêndios em todo o Piauí. O planejamento foi solicitado pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MPPI), por meio do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GACEP) e das 48ª e 56ª Promotorias de Justiça de Teresina.

Para garantir a execução do plano, o MPPI requisitou que seja considerado a existência do montante de cerca de R$ 12 milhões que constitui a receita do Fundo de Aparelhamento e Modernização do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Piauí – FUNAP-CBMEPI.

O “Relatório de Monitoramento dos Principais Conjuntos de Focos de Calor no Estado do Piauí”, produzido pelo Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente (CAOMA) do MPPI, apontou as principais dificuldades do setor operacional do Corpo de Bombeiros no enfrentamento dos incêndios, sobretudo na região sul e extremo-sul do estado.

Entre as deficiências, o relatório destacou a falta de recursos materiais, como drones, moto sopradores, picapes com kit de incêndio, rádios de comunicação e bombas costais, além de efetivo reduzido. Também foi destacado a existência de três grandes focos de calor que inspiram maior preocupação: região do Parque Nacional Serra da Capivara, do Parque Nacional Serra das Confusões e da Área de Proteção Ambiental da Serra da Ibiapaba.

Em conversa com o tenente coronel José Veloso, relações públicas do Corpo de Bombeiros, ele repassou que o plano já está sendo concluído e deve ser entregue até amanhã (28). Ele adiantou que o documento organiza o operacional de equipes e prevê a aquisição de novos equipamentos.

Dentre o itens que devem ser adquiridos, estão a compra de mais dois caminhões, moto sopradores, picapes com kit de incêndio, abafadores, bombas, serras elétricas, além de outros equipamentos para auxiliar as equipes. O coronel Veloso ressaltou que ainda está sendo levantado os valores que devem ser utilizados do Fundo.

Fonte: Cidade Verde

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.