Prevenção da saúde da pessoa idosa é tema de capacitação para profissionais de saúde

O projeto tem como objetivo oferecer apoio técnico aos gestores estaduais e municipais da APS assim como a técnicos de referência que atuam na gestão da atenção à pessoa idosa. Além disso, visa a qualificação da atenção ofertada às pessoas idosas por meio da ampliação do cadastramento e implementação da avaliação multidimensional com consequente desenvolvimento de plano de cuidados individual da pessoa idosa e organização da Rede de Atenção voltadas à essa população


 Prevenção da saúde da pessoa idosa é tema de capacitação para profissionais de saúde
some text

A Secretaria de Estado da Saúde - SESAPI, através do projeto DGeroBrasil - Qualificação da atenção ofertada às pessoas idosas na atenção primária à saúde (APS), está qualificando profissionais de mais de 70 municípios, com o objetivo de prepará-los para a prevenção da qualidade de vida da pessoa idosa.

As oficinas estão sendo desenvolvidas pela Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa do Ministério da Saúde e o Departamento de Gerontologia da Universidade Federal de São Carlos-UFSCar, em parceria com a Coordenação de Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso/SESAPI. O evento acontece nos dias 22 e 23, a fim de fortalecer e qualificar os profissionais de saúde na atenção ofertada à saúde das pessoas idosas na APS por meio da implementação de uma avaliação multidimensional da pessoa idosa, na estratificação de perfis funcionais e na construção de planos de cuidados individuais na APS.

O projeto tem como objetivo oferecer apoio técnico aos gestores estaduais e municipais da APS assim como a técnicos de referência que atuam na gestão da atenção à pessoa idosa. Além disso, visa a qualificação da atenção ofertada às pessoas idosas por meio da ampliação do cadastramento e implementação da avaliação multidimensional com consequente desenvolvimento de plano de cuidados individual da pessoa idosa e organização da Rede de Atenção voltadas à essa população. Ademais, os gestores poderão incluir as necessidades de saúde desse público nas estratégias de planejamento, monitoramento e avaliação das ações da APS, apoiando as equipes para que tenham condições de ofertar um cuidado qualificado.

Segundo Valdite Barros da Costa Leão, coordenadora de Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso a capacitação é de grande importância por oferecer aos profissionais de saúde o fortalecimento para atendimento da atenção primária. “O projeto é um presente para o estado do Piauí e veio para qualificar os profissionais da atenção primária no cuidado, acolhimento e na prevenção à saúde da pessoa idosa. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde a população está envelhecendo rapidamente e de acordo com o IBGE até 2050, teremos mais pessoas idosas do que crianças e adolescentes. Então precisamos estar preparados para uma mudança nos serviços de saúde e de acolhimento dessas pessoas idosas. Temos que cuidar da pessoa idosa de uma forma integral, avaliando como um todo”, explica a coordenadora.

Fonte: Sesapi

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.