Presidente tem até esta quarta (3) para assinar a MP do empréstimo do Auxílio Brasil.

O empréstimo do Auxílio foi anunciado pelo próprio Jair Bolsonaro (PL), no dia 17 de março.


 Presidente tem até esta quarta (3) para assinar a MP do empréstimo do Auxílio Brasil.
some text

O empréstimo do Auxílio Brasil passa por uma semana decisiva. Isso porque, a última etapa que resta é a assinatura do presidente Jair Bolsonaro para que a medida entre em vigor.

O presidente deve aprovar ou não a modalidade de crédito até hoje (3), para que a medida não perca sua validade. Enquanto isso, diversos beneficiários buscam mais informações sobre a modalidade de crédito envolvendo o Auxílio Brasil.

O empréstimo do Auxílio foi anunciado pelo próprio Jair Bolsonaro (PL), no dia 17 de março. A modalidade de crédito faz parte da Medida Provisória de número 1.106/22. Contudo, para que entre em vigor, é necessário que o presidente sancione a medida.

O empréstimo consignado do Auxílio Brasil é um crédito que pode ser solicitado pelo beneficiário que já faz parte do programa de assistência social. Assim, caso peça o tal empréstimo, o valor será debitado da folha de pagamento do Auxílio Brasil.

Por isso, cuidado: quem solicitar o consignado irá receber parcelas menores do Auxílio Brasil.

Muitas informações sobre o empréstimo do Auxílio Brasil ainda não foram divulgadas por conta da medida não ter sido sancionada ainda.

Sabe-se, porém, que o empréstimo deve comprometer em até 40% do valor do Auxílio Brasil. Além disso, 5% desse valor pode ser utilizado para saque ou amortização de dívidas.

Fonte: FDR

Christiane albuquerque

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.