Polícia conclui inquérito sobre acidente de Rodrigo Mussi e aponta imprudência de motorista.

O ex-BBB Rodrigo Mussi sofreu um acidente de carro no dia 31 de março.


Reprodução/Instagram
some text

Nesta quarta-feira, 4, a Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito que apurava o acidente de carro envolvendo Rodrigo Mussi (36), que aconteceu no dia 31 de março.

Segundo o portal G1, o delegado que presidiu as investigações, Júlio César dos Santos Geraldo, indicou que o motorista de aplicativo Kaique Reis, de 24 anos, foi imprudente. Além disso, também foi apontado excesso de jornada de trabalho não fiscalizada pelo aplicativo de transporte individual.

De acordo com a polícia, o motorista estava há dias cumprindo longas jornadas de trabalho. Ele ainda informou que o motorista não será indiciado porque lesão corporal culposa é considerado um crime de menor potencial ofensivo.

Kaique afirmou no dia do acidente que cochilou ao volante antes de colidir com o caminhão, na Marginal Pinheiros, entre as pontes Cidade Universitária e Eusébio Matoso, na região do Butantã. Na ocasião, ele chegou a prestar depoimento e foi liberado. O motorista foi autuado por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor (quando não há a intenção de causar o acidente). O inquérito está na Justiça e agora o Ministério Público deve se manifestar.

Recuperação de Rodrigo

O ex-BBB Rodrigo segue em recuperação. O gerente comercial precisou passar por cirurgias após o acidente e deixou o hospital no dia 28 de abril. Agora ele está fazendo fisioterapia, mas a família e os médicos estão animados com a forma que ele está reagindo.

"Passando aqui pra dizer que o Rodrigo tá morrendo de saudades de estar aqui com vocês, hoje fez mais do que a meta na fisioterapia, deixou todo mundo feliz e está se esforçando muito pra se recuperar 100% logo. ez fono e terapia ocupacional também. Ele tá doido pra voltar a trabalhar também, tá focado demais! É isso aí Rod! Continua assim!", diz o último boletim divulgado pela família.

Fonte; Caras Digital

João Nóbrega

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.