Piauí cria 4,6 mil empregos em junho com maior variação do país

Segundo dados são do CAGED a economia piauiense vem se recuperando


 Piauí cria 4,6 mil empregos em junho com maior variação do país
some text

O Estado do Piauí passou a ter quase 4,6 mil pessoas a mais com carteira assinada em junho. Esse foi o 6º mês seguido de resultado positivo na criação de empregos formais e o maior do ano, além de ter registrado variação positiva de 1,5%, maior do país e o dobro da média nacional (0,76%).

Os dados são do CAGED e mostram que a economia piauiense vem se recuperando. A crise provocada pela pandemia do coronavírus, gerou desemprego no Estado mais de 13% da população. Porém, no acumulado do ano já são 14.821 novas vagas de trabalho com carteira assinada criadas no Piauí.

E os setores que mais geraram empregos no Piauí, no mês passado, foram o Serviços (1.658 vagas); Indústria Geral (1.354 vagas) e Comércio (848 vagas). Na verdade, nenhum dos setores registrou saldo negativo, ou seja, teve mais pessoas demitidas que contratadas. Já o Brasil criou mais de 309,1 mil novas vagas com carteira assinada no mês passado. Foram 1,6 milhão de admissões contra 1,3 milhão de demissões no período. Também é o sexto mês seguido de resultado positivo na criação de empregos formais. No acumulado do ano, foram criadas 1,54 milhão de vagas. 

Os dados constam no Novo Caged (Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregado), do Ministério da Economia. O sistema coleta, mês a mês, informações sobre contratos formais de emprego. Houve saldo positivo de contratações em todas 27 unidades da Federação. O melhor resultado foi em São Paulo, o maior Estado, com 105,5 mil novas vagas.

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.