Parques empresariais de Parnaíba e Luís Correia são apresentados pela Investe Piauí a empresários

O presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Almeida, disse aos representantes do setor empresarial do Estado que o plano da agência para desenvolver a economia do Piauí nos próximos anos será focado em três ações estratégicas: melhoria da infraestrutura, investimento em inovação e atração de investimentos.


 Parques empresariais de Parnaíba e Luís Correia são apresentados pela Investe Piauí a empresários
some text

Uma reunião marcou o encontro entre empreendedores e dirigentes de entidades do setor privado piauiense e representantes da Investe Piauí para mostrar as ações estratégicas do Governo do Estado voltadas para gerar oportunidades de negócio, trabalho, emprego e renda nas mais diversas áreas.

O presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Almeida, disse aos representantes do setor empresarial do Estado que o plano da agência para desenvolver a economia do Piauí nos próximos anos será focado em três ações estratégicas: melhoria da infraestrutura, investimento em inovação e atração de investimentos.

Segundo ele, essas ações estratégicas serão implementadas pela Investe Piauí por meio de diversos projetos. Um dos primeiros já está em execução. Inaugurada em fevereiro deste ano, a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Piauí, em Parnaíba, realizou recentemente sua primeira exportação com todos os procedimentos aduaneiros realizados na própria Área de Despacho Aduaneiro (ADA) da ZPE. Antes, o desembaraço das mercadorias e outros procedimentos eram realizados no Porto de Pecém, no Ceará.

Victor Hugo ressaltou que o início das operações da ZPE do Piauí reduz custos e tempo, e abre enormes possibilidades de novos investimentos e negócios para o Estado. “Já temos 11 projetos de instalação de novas empresas ao Conselho Nacional de Zonas de Processamento de Exportação do Ministério da Economia”, afirmou.

Outro projeto é o Terminal Pesqueiro de Luís Correia, que vai revitalizar um setor de grande importância econômica e social, a partir da atualização dos procedimentos e processos produtivos da cadeia do pescado, que é fonte de renda para milhares de famílias.

Victor Hugo citou também a criação de Parques Empresariais nos municípios-polos. Segundo ele, esse processo terá sua primeira fase nas cidades de Parnaíba, Luís Correia, Piripiri e Picos. “Os parques empresariais irão fortalecer o setor produtivo dos municípios, valorizando os setores locais e definindo uma política de atração de empresas. “Teremos ainda incentivo fiscal, oferta de infraestrutura, capacitação de mão de obra, entre outras ações”, disse.

O presidente da Investe Piauí ressaltou também a criação de um Distrito Tecnológico em Teresina, um centro de estímulo à criação de startups. “Será um ambiente voltado para o surgimento de novas ideias e inovação”, explicou. “Hoje, as startups são as empresas que mais crescem no mundo e precisamos incentivar mais essas inovações. Já temos aqui, inclusive, startups atuando em nível nacional”.

O Distrito Tecnológico de Teresina já está sendo preparado e deverá ficar pronto em abril de 2023. O local, além de abrigar um hub de inovação, será a sede da Investe Piauí, hoje instalada na Secretaria da Fazenda do Piauí.

O encontro foi realizado pelo Sindicato da Construção Civil de Teresina (Siduscon) e Movimento Empreender Piauí (MOVE), e reuniu integrantes de todas as áreas produtivas do Piauí: Centro das Indústrias do Piauí (Ciepi), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Federação das Indústrias do Estado do Piauí (Fiepi), Banco do Nordeste do Brasil e Caixa Econômica Federal (CEF).

O presidente do Sinduscon, Guilherme Fortes, observou que os projetos apresentados por Victor Hugo estão divididos por setores da economia, explorando as potencialidades de cada região. “Foram apontadas diretrizes para onde vai o investimento e vocação de cada região. E, nós, do grupo empresarial, também estamos juntos na missão de descobrir novas oportunidades de negócios”, frisou.

Arthur Feitosa, do MOVE, destacou a iniciativa do Governo do Estado de apresentar projetos viáveis e buscar uma integração maior com os empresários. “Isso mostra que o governo está de portas abertas. Todos nós queremos o desenvolvimento do Estado”, disse. Federico Musso, do Ciepi, frisou que os projetos da Investe Piauí atuam na criação de uma infraestrutura muito importante para o desenvolvimento do setor industrial.

Fonte: CCom

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.