Mais de 20 mil piauienses podem perder o benefício da Tarifa Social ainda este ano

A Tarifa Social de Energia Elétrica garante até 65% de desconto na conta de energia aos clientes baixa renda que façam parte do Cadastro Único para programas do governo federal. Em Parnaíba são 910 casos.


 Mais de 20 mil piauienses podem perder o benefício da Tarifa Social ainda este ano
some text

A Equatorial Piauí faz um alerta aos clientes que são beneficiados pela Tarifa Social de Energia Elétrica. Segundo o último levantamento realizado no mês de julho, 69.680 famílias podem perder o benefício até dezembro de 2023 caso não realizem a atualização cadastral. Em 2022, existe um impacto previsto para 20.865 consumidores. Os municípios com mais clientes aptos a perder o benefício ainda esse ano são: Teresina (3.984), Parnaíba (910), Piripiri (617), Picos (563) e Floriano (375).

Para atualizar o cadastro, os beneficiados pelo programa devem se dirigir ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo de seu município levando em mãos a carteira de identidade, CPF, número do NIS e a conta de energia. A renovação deve ser realizada, obrigatoriamente, a cada dois anos. “É importante que os clientes fiquem atentos aos prazos da atualização cadastral para permanecerem incluídos no benefício. Existe um tempo para que o sistema do governo federal reconheça a atualização e, por isso, recomendamos que os clientes não esperem até o último momento para fazê-la”, ressalta Patrícia Araújo, Consultora de Relacionamento da Equatorial Piauí.

A Tarifa Social de Energia Elétrica garante até 65% de desconto na conta de energia aos clientes baixa renda que façam parte do Cadastro Único para programas do governo federal. “É essencial fazer a atualização do Cadastro Único para todos os programas sociais, porque ele é a porta de entrada para o Auxílio Brasil, Tarifa Social, isenção de taxas em concursos e até mesmo acesso à programas habitacionais”, reforça Roberto Oliveira, Coordenador de Programas Sociais da Secretaria Estadual da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (SASC/PI).

Status de Cadastro

Com objetivo de alertar e facilitar o acompanhamento do cadastro por parte dos clientes baixa renda, a Equatorial implantou desde agosto de 2020, os Selos de Status da Tarifa Social. O ícone visual fica impresso na conta de energia e informa os consumidores sobre o estado do cadastro, conforme a imagem:

  • O selo ‘’Cliente cadastrado na Tarifa Social’’ identifica que o cliente em questão já está cadastrado na tarifa social baixa renda, com Número de Identificação Social (NIS) válido, e recebendo o desconto mensal de até 65% na tarifa, variando desconto com seu consumo.
  • Já o selo ‘’Seu NIS vai vencer, procure o CRAS do seu município’’ informa um status de alerta, que identifica que nos próximos meses o Número de Identificação Social (NIS) do cliente ficará desatualizado e ele poderá perder o benefício da tarifa social baixa renda, caso não regularize a situação.
  • Por último, há também o terceiro selo ‘’Benefício da Tarifa Social cancelado’’, que indica que o benefício da tarifa social baixa renda foi cancelado para a unidade consumidora. Clientes que se enquadrarem nesta situação, devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da residência para regularização e avaliação do status do cadastro.

Para ser beneficiado pela Tarifa Social de Energia Elétrica os clientes devem possuir o NIS (Número de Identificação Social) para programas do governo federal e renda familiar mensal per capita (por pessoa da família) menor ou igual a meio salário-mínimo nacional. No Piauí, mais de 554 mil famílias são beneficiadas pelo programa. Ainda existe, em todo o Estado, mais de 167 mil famílias com perfil para cadastro na Tarifa Social. 

O cadastro pode ser realizado por meio dos seguintes canais:

  • Agência virtual no site: https://www.equatorialenergia.com.br/
    • Na assistente virtual Clara, no WhatsApp (86) 3228-8200;
    • Na Central de Atendimento no 0800 086 0800;
    • Através do contato com leiturista da Distribuidora, que também realiza o cadastro;
    • Agências de atendimento da Equatorial Piauí;
    • Site da SASC – www.sasc.pi.gov.br

Fonte: Ascom

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.