Mais 03 candidaturas ao governo do Piauí são oficializadas

Silvo Mendes (União), Madalena Nunes (PSOL), e Ravenna Castro (PMN) lançaram suas candidaturas durantes convenções partidárias neste último fim de semana. Sem candidato ao governo, o Podemos lançou Fábio Sérvio ao Senado.


 Mais 03 candidaturas ao governo do Piauí são oficializadas
some text

O União Brasil oficializou, em convenção partidária na Zona Leste de Teresina, neste sábado (30), a candidatura do médico ortopedista Sílvio Mendes ao governo do estado do Piauí. Na ocasião, o partido anunciou o nome de Iracema Portela (Progressistas) ao cargo de vice-governadora.

Esta é a segunda vez que Sílvio concorre para o cargo de governador do estado. Em 2010, filiado ao PSDB, chegou a ir para o segundo turno contra Wilson Martins (PSB), mas foi derrotado, levando 30% dos votos. Em 2004, filiado ao PSDB, foi eleito prefeito de Teresina e reeleito em 2008.

União Brasil oficializa candidatura de Sílvio Mendes e Iracema Portela — Foto: Maria Romero/g1 Piauí
União Brasil oficializa candidatura de Sílvio Mendes e Iracema Portela — Foto: Maria Romero/g1 Piauí

A candidata a vice na chapa é Iracema Portela, do PP, eleita três vezes para deputada federal. Ela tem 56 anos e é natural de Teresina.

Esteve presente no lançamento da candidatura, o ministro da Casa Civil, eleito senador pelo Piauí, Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, partido coligado com o União Brasil para a candidatura. Os outros partidos coligados são PDT, PTB, Avante, PSDB e Cidadania.

Na convenção, as siglas anunciaram também as candidaturas de Joel Rodrigues (Progressistas) para o Senado. Ele tem 52 anos, é natural de Floriano, técnico em contabilidade. Ele foi eleito vereador na cidade por três vezes, já foi deputado e prefeito de Floriano duas vezes.

"A saúde vai funcionar, prometo a vocês. E a educação vai deixar de dar maus exemplos, como de corrupção. Os jovens terão novos horizontes. Vamos proteger o setor privado, o pequeno e o grande empresário, principalmente os pequenos, sem esquecer lá do cerrado", declarou Sílvio Mendes.

Sílvio Mendes é candidato ao governo do Piauí pelo União Brasil — Foto: Maria Romero/g1 Piauí
Sílvio Mendes é candidato ao governo do Piauí pelo União Brasil — Foto: Maria Romero/g1 Piauí

Propostas

Ao falar sobre propostas de governo, Sílvio Mendes afirmou que pretende:

  • Valorizar os servidores públicos para prestar bons serviços;
  • Proteger o setor privado;
  • Focar na educação, saúde e infraestrutura do estado;
Sílvio e Iracema são candidatos ao governo e vice  — Foto: Maria Romero/g1 Piauí
Sílvio e Iracema são candidatos ao governo e vice — Foto: Maria Romero/g1 Piauí

Sobre Sílvio Mendes

Sílvio Mendes de Oliveira Filho nasceu em Campo Maior, é médico ortopedista e tem 72 anos.

É formado em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) no ano de 1974 e especializou-se em ortopedia pela Universidade de São Paulo (USP).

Entre 1994 e 2004, foi presidente da Fundação Municipal de Saúde nas gestões dos prefeitos Wall Ferraz (1993/1995) e Chico Gerardo (1995/1996) e nos dois períodos de Firmino Filho (1996/2004).

Acumulou esse cargo com a presidência do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde em 1997, em 2001 e em 2003. Nesse período, implantou o Programa Saúde da Família em Teresina.

Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), concorreu à prefeitura de Teresina no pleito de outubro de 2004, sendo eleito no segundo turno com mais de duzentos mil votos. Assumiu o cargo em 1° de janeiro de 2005. Reeleito em 2008, foi empossado em 1º de janeiro de 2009.

Como médico, atuou no Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas de Teresina e no Ministério da Saúde. Presidiu o Conselho Municipal de Saúde e o Conselho de Secretários de Saúde do Piauí. Foi ainda membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e do Conselho do Centenário da Organização Pan-americana de Saúde (Opas).

PSOL

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) do Piauí lançou oficialmente, na manhã deste domingo (31), a candidatura da servidora pública Maria Madalena Nunes ao governo do Estado do Piauí. O anúncio foi realizado durante convenção partidária na Zona Norte de Teresina.

Madalena tem como vice a professora Cynthia Falcão, de 47 anos. Ela é natural de Teresina e tem três filhas. É formada em história pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), especialista em Políticas Públicas e atua na rede estadual de ensino há 27 anos.

PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1
PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena

O partido informou que serão quatro candidatos a deputado federal e cinco candidatos a deputado estadual, que disputarão em chapas coletivas e individuais. O evento também homologou a candidatura do advogado George Mágno ao Senado.

Nas eleições 2022, os partidos PSOL e Rede Sustentabilidade estão coligados. O Rede Sustentabilidade anunciou que terá quatro candidatos a deputado federal e três candidatos a deputado estadual.

No início do evento, foi exibido um vídeo em homenagem à advogada e professora do curso de direito da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Maria Sueli Rodrigues de Sousa, que morreu na última terça-feira (26) em decorrência da esclerose lateral amiotrófica (ELA). Maria Sueli chegou a ser candidata ao governo do Piauí pelo PSOL em 2018.

Durante seu discurso, Madalena Nunes criticou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e afirmou que as mulheres são as mais atingidas pelo seu governo. A candidata também falou sobre a aprovação de leis que prejudicam a classe.

"As mulheres estão assustadas. Somos um setor da sociedade muito atingido pela política neoliberal do governo Bolsonaro. Temos essa tarefa aqui no estado de nos colocar como uma alternativa da esquerda. Sabemos que o problema não está somente na presidência, são as Assembleias Legislativas que aprovam essas leis que nos matam", declarou.

PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1
PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1

Propostas

  • Criar novas políticas de enfrentamento à violência contra a mulher
  • Combater a fome, pobreza e desigualdade social
  • Fortalecer o ecossocialismo
  • Gerar empregos e garantir direitos trabalhistas
  • Implantar programas destinados à moradia popular

"Queremos a possibilidade de sonhar com o futuro e retomar nossos direitos. Queremos dizer que existe uma outra forma de administrar", afirmou.

PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1
PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1

Sobre Maria Madalena

Maria Madalena Nunes tem 59 anos, natural de Floriano, é graduada em história pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e em direito pela Faculdade Santo Agostinho. Ela é servidora pública da Justiça do Estado do Piauí desde 1986 e também da Justiça Federal desde 1994.

PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1
PSOL oficializa candidatura de Madalena Nunes ao Governo do Piauí — Foto: Ilanna Serena/g1

Madalena faz parte do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Piauí (Sintrajufe-PI), do Núcleo da Auditoria Cidadã da Dívida e da Frente Popular de Mulheres Contra o Feminicídio.

Em 2018, foi candidata a deputada federal do Piauí pelo PSOL e recebeu 1.135 (0,06%) votos. Em 2020, Madalena candidatou-se à vereadora de Teresina e recebeu 177 votos.

PMN

O Partido da Mobilização Nacional oficializou neste domingo (31) a candidatura de Ravenna de Castro Lima Azevedo ao governo do estado do Piauí. O lançamento da campanha ocorreu nesta tarde durante convenção ocorrida na zona leste de Teresina.

Ravenna Castro terá como vice o Tenente da Polícia Militar Erivelton Quixaba, também do PMN, que disputará sua primeira eleição neste ano.

PMN oficializa a candidatura de Ravenna Castro ao Governo do Piauí — Foto: Layza Mourão/ g1 Piauí

No evento também foi homologada a candidatura do professor Ajosé Fontenele ao senado. Esta será primeira vez em que o candidato disputará uma eleição. O professor natural de Parnaíba, mora em Teresina há 25 anos e atua como docente em várias escolas da capital, além de apresentar um programa de TV voltado para o Exame Nacional do Ensino Médio.

Para o pleito, o partido lançou sua chapa pura, ou seja, não há coligações. Ao todo serão 11 candidatos para deputado federal, onde 70% das vagas são para mulheres, única chapa no estado com a maioria de candidatas mulheres. O partido não terá candidatos a deputado estadual.

Durante seu discurso, Ravenna Castro disse que pretende se empenhar pelas bandeiras femininas, como o combate à violência contra as mulheres, e citou as dificuldades sofridas pelas mães solteiras no estado. A candidata chegou à convenção usando uma barriga de grávida falsa, e disse que está "gestando um novo Piauí".

PMN oficializa a candidatura de Ravenna Castro ao Governo do Piauí — Foto: Layza Mourão/ g1 Piauí
PMN oficializa a candidatura de Ravenna Castro ao Governo do Piauí — Foto: Layza Mourão/ g1 Piauí

"Não somos aqui só mulheres: somos mulheres e homens que querem somar para um Piauí melhor, mais digno. Este ano é ano de levantar inúmeras bandeiras, quatro principais, e digo que a maior delas é a saúde. Esse ano o PMN vai para a rua, vai para luta falando da saúde, da segurança, da educação e da economia, em que eu incluo emprego e renda", disse a candidata.

Propostas

  • Melhorar os atendimentos em saúde, principalmente saúde mental
  • Defender os direitos das mulheres no estado
  • Incentivar a participação de mulheres na política e outros setores da vida pública
  • Fortalecer as forças de segurança pública
  • Recuperar a economia pós-pandemia e gerar empregos

"A gente precisa ter a certeza de que vai sair de casa e no final do dia vai voltar vivo. De que nossos filhos vão voltar para casa sem ser vítima de crimes, sejam homens ou mulheres. A gente precisa ter a certeza de que vai ter comida na mesa, dignidade, que energia e água não vão ser cortados, que vai ter professor nas escolas [...]. A gente precisa dessas certezas", disse Ravenna.

Sobre Ravenna Castro

PMN oficializa a candidatura de Ravenna Castro ao Governo do Piauí — Foto: Layza Mourão/ g1 Piauí
PMN oficializa a candidatura de Ravenna Castro ao Governo do Piauí — Foto: Layza Mourão/ g1 Piauí

Ravenna Castro tem 35 anos e é a atual presidente do Partido da Mobilização Nacional no Piauí. Ela é advogada criminalista, professora universitária do curso de direito e jornalista.

Esta será a primeira vez de Ravenna em uma candidatura majoritária. A candidata entrou para ao cenário político em 2018 quando disputou o cargo de deputada estadual pelo PMN, mas não foi eleita. Em 2020 se candidatou a vereadora por Teresina, mas também não conseguiu se eleger.

Podemos

Em convenção realizada na manhã deste domingo (31), no Gran Hotel Arrey, em Teresina, o Podemos oficializou a candidatura de Fábio Sérvio ao senado federal. Durante o evento, também foram oficializadas nove candidatura para deputados e deputadas federais pelo partido.  

Fábio Sérvio, candidato ao senado pelo Podemos
Jade Araujo / A10+

Com discurso de oposição, Fábio Sérvio, presidente do Podemos e candidato ao senado, apontou que a sua candidatura pretende trazer um novo olhar para o estado. 

"Nada mudou, mas tem que mudar. O que tem que mudar é esse estado, mudar a forma de fazer política e a gente chega para isso. Por isso, a gente se apresenta como pré-candidato ao senado e depois da convenção de hoje como candidato ao senador pelo estado do Piauí para representar esse estado, mas representar um novo pensamento e uma nova geração", conta.

Durante a convenção do Podemos, foram oficializadas as campanhas de Carla Cleia, Raisa protetora, Carolina Silva, Ana Lira, Tenente Márcia, Cleiton Holanda, Egídio, Sargento Alber e F. Silva. Todas essas candidaturas serão para a bancada federal.

Fontes: G1 PI e A10+

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.