Jackson Brendo, o lourinho, é condenado a 21 anos de reclusão pela morte de Lucas Chaves

GAEJ e 5ª Promotoria de Parnaíba obtém condenação de acusado de homicídio


 Jackson Brendo, o lourinho, é condenado a 21 anos de reclusão pela morte de Lucas Chaves
some text

Na última quarta-feira, 04 de agosto, o Ministério Público do Piauí, por meio da 5ª Promotoria de Parnaíba com o auxílio do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (GAEJ), obteve a condenação de Jackson Brendo da Silva Paiva, acusado de matar Lucas Chaves de Carvalho.

O crime aconteceu em 23 de outubro de 2019, por volta das 19:30h, na cidade de Parnaíba. O acusado, usando de arma de fogo, atirou contra a vítima a queima-roupa, acertando-o na cabeça.

Consta que acusado e vítima tinham problemas, em razão de briga anteriormente ocorrida. O crime foi praticado na frente de dois amigos da vítima e de sua companheira. A vítima deixou um filho.

O julgamento durou quase 9 horas e contou com o reforço de agentes da Polícia Penal do Estado, já que o réu assumiu fazer parte da facção Comando Vermelho. O acusado possui antecedentes criminais por crimes de roubo e tráfico de drogas.

Ao final, o conselho de sentença reconheceu a prática do crime de homicídio qualificado, por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima. O juiz presidente fixou a pena em 21 anos de reclusão. O réu, que estava preso, assim permanecerá.

A sessão de julgamento teve a participação do coordenador do GAEJ, o promotor de Justiça Márcio Giorgi Carcará Rocha.

Lucas também era envolvido com o submundo do crime. Ele chegou a ser preso por um assalto a mão armada em Parnaíba.

Fonte: MP-PI

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.