Força-tarefa de combate à violência sexual infantil online tem adesão do Brasil

O anúncio foi feito durante a Cúpula Global de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na Internet, que está sendo realizada em Bruxelas, na Bélgica.


 Força-tarefa de combate à violência sexual infantil online tem adesão do Brasil
some text

O Brasil vai aderir a uma força-tarefa internacional no combate à violência sexual infantil na internet.

A força tarefa é composta por governos, empresas de tecnologia e membros da sociedade civil internacionais que atuam em ações coordenadas para identificar grupos criminosos que atuam na exploração sexual online contra crianças e adolescentes.

O anúncio foi feito durante a Cúpula Global de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes na Internet, que está sendo realizada em Bruxelas, na Bélgica.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Cristiane Britto participa do evento e disse que o governo deve investir 10 milhões de reais para implementar um modelo nacional de combate à violência contra crianças e adolescentes na internet.

De acordo com a ministra, os recursos serão executados em parceria com o Pnud - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. 

Um documento foi assinado na Cúpula Global com cláusulas de comprometimento e metas estabelecidas para os próximos anos.

O evento é organizado pela Aliança Internacional We Protect, que reúne 99 países, 56 empresas de tecnologia e 71 organizações não governamentais.

Fonte: Agência Brasil

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.