Em média o preço da cesta básica sobe 15%, em Parnaíba

O estudo compara os valores do ano de 2021 ao ano de 2020, período mais severo da pandemia.


 Em média o preço da cesta básica sobe 15%, em Parnaíba
some text

A pandemia da Covid-19 foi responsável por diversos reflexos econômicos em todo o mundo, e o ano de 2021 ainda apresenta sinais de precaução por parte dos economistas, mas a economia em 2022 já aponta para oportunidades de recuperação.

O site Opiauies.com fez uma pesquisa sobre o custo médio da cesta básica de alimentos no município de Parnaíba. De acordo com o levantamento, houve um aumento de 15% no arroz, café, óleo e leite nos supermercados pesquisados. O estudo compara os valores do ano de 2021 ao ano de 2020, período mais severo da pandemia.

A pesquisa foi realizada em 3 dos 6 maiores supermercados do município. A lista dos alimentos que constam em todas as cestas básicas pesquisadas estão os seguintes itens: açúcar, massa de milho, arroz, feijão, farinha, café, farinha de mandioca, sardinha, óleo, macarrão, biscoito e leite.

Em um dos supermercados a cesta custava no ano passado R$39,00. Em novembro de 2021, o mesmo supermercado cobra R$45,99, nos mesmos itens. Já no segundo supermercado o valor passou de R $44,00 para R $55,13, de acordo com a gerente deste os reajustes foram feitos de acordo com o aumento geral dos itens da cesta. Em contrapartida no terceiro supermercado que custava R$38,16 atualmente custa R$44,90. Além dos itens da cesta básica, a carne também aumentou durante esse período.

De acordo com um estudo divulgado no mês de setembro pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o custo médio da cesta básica de alimentos no Brasil aumentou em 13 das 17 capitais analisadas.

O levantamento mostra que o preço do conjunto de alimentos básicos sobe há pelo menos doze meses em todas as capitais que fazem parte da análise. De acordo com a pesquisa, as maiores altas entre os produtos da cesta são referentes ao quilo do café, do açúcar, além do litro de leite e o quilo da manteiga.

Na última segunda-feira (08), o mercado financeiro cresceu novamente a estimativa para inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 2021 e em 2022. Os economistas também passaram a prever uma alta maior dos juros e um crescimento menor da economia no próximo ano.

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.