Em 2022 Piauí será sede da abertura da colheita nacional de soja

Abertura da colheita nacional de soja está prevista para ocorrer em fevereiro de 2022.


 Em 2022 Piauí será sede da abertura da colheita nacional de soja
some text

O Piauí vai sediar a abertura da colheita nacional de soja em fevereiro de 2022. O anúncio foi feito pelo presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja Piauí) Alzir Neto, durante evento realizado em Teresina para a apresentação do livro que conta os 30 anos da Associação dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja Brasil), de autoria do jornalista Vinicius Tavares.

Alzir Neto afirmou que o agronegócio trouxe benefícios sociais e econômicos para todo cerrado piauiense. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e do Atlas do Agronegócio Brasileiro - Uma jornada sustentável, produzido pela Croplife Brasil, revelam que o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) verificado na cidade de Baixa Grande do Ribeiro, a 600 km de Teresina, cresceu 179% entre 1991 e 2010, acompanhando o desenvolvimento do agronegócio no município.

O período coincide com o crescimento da área plantada. Primeiro no Piauí e terceiro nacional das 10 cidades brasileiras do ranking plantio x crescimento do IDH. Além disso, também tem o maior PIB percapita do Piauí, medido pelo IBGE em 2018.

“Muita gente diz que a soja não alimenta. O grão de soja não está presente na mesa, mas o frango é alimentado com ela, o óleo de cozinha, a margarina, os suínos e além disse o desenvolvimento social que o agronegócio trouxe ao Piauí é inegável. A participação do trabalho do setor na riqueza gerada no estado é indiscutível”, afirma Alzir Neto.

Apresentação do livro de 30 anos da Aprosoja (Divulgação)Apresentação do livro de 30 anos da Aprosoja (Divulgação)

Nova safra recorde

Alzir Neto apresentou os números da evolução do agronegócio no Piauí com o destaque para a produtividade por hectare. Para a safra 21/22, segundo o primeiro levantamento da Conab, são esperadas 3 milhões de toneladas do grão.

Na oportunidade o presidente da Aprosoja Brasil, Antonio Galvan, ressaltou a importância do Piauí para o Brasil na produção de grãos. Os produtores apresentaram às autoridades políticas presentes um panorama do setor, seu potencial e as necessidades de infraestrutura. “Não é um problema somente de Piauí, mas que aqui a gente vê que tem atrapalhado e impedido o setor de gerar mais riqueza”, acrescentou Galvan.

Fonte: Meio Norte

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.