DPE-PI entrega livros através de parceria com projeto Leitura Livre

O projeto incentiva a leitura entre os internos e integra a política de ressocialização de reeducandos.


 DPE-PI entrega livros através de parceria com projeto Leitura Livre
some text

A Defensoria Pública do Estado do Piauí, através da Coordenação do Sistema Prisional, entregou mais de 100 livros ao Projeto Leitura Livre, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Justiça do Piauí (Sejus),  na última sexta (20).  A ação aconteceu por meio de parceria entre o Sistema Prisional da Defensoria, coordenado pela Defensora Pública Viviane Pinheiro Pires Setúbal. O projeto incentiva a leitura entre os interno e integra a política de ressocialização de reeducandos do Sistema Prisional do Piauí.

O Assistente Social do Núcleo Criminal da Defensoria Pública, José Luiz de Sousa Júnior, representou a Coordenadora do Sistema Prisional, Viviane Pinheiro, na entrega dos livros arrecados em campanhas realizadas na Defensoria. “O doação de livros ao projeto Leitura Livre a partir do Projeto Baú de Ideias, executado pela Coordenação do Sistema Prisional da DPE-PI, mostra o quanto a educação é importante no processo de ressocialização dos reeducandos nas unidade prisional. Acredito sempre que a educação transforma e é capaz mudar a história de muitos desses reeducandos”, pontou.Doação de livros ao projeto Leitura Livre do Sejus

Doação de livros ao projeto Leitura Livre do Sejus

Jurema Chaves, Diretora de Humanização e Reintegração Social do Sejus, agradeceu a iniciativa desenvolvida em parceria com a Defensoria Pública. “Agradecemos essa parceria. A gente sabe da importância da leitura para todas as pessoas e, para os nossos reeducandos não seria diferente. Eles tendo essa oportunidade de ter acesso a esses livros para adentrar no mundo da leitura, vai transformar a vida deles com certeza”, afirmou a Diretora.

De acordo com a Diretora, os internos que optarem pela inclusão no projeto serão beneficiados com remição da pena. “O projeto Leitura Livre é composto por ciclos de trinta dias. Neste período, o interno lê o livro e fazum resumo da leitura. Após uma avaliação criteriosa de professores da Secretaria de Justiça, esse resumo é avaliado e, se tiver dentro dos critérios de avaliação, o interno ganha a remissão de pena por cada livro lido”, explica Jurema Chaves.

O Projeto Leitura Livre foi criado em 2015 e tem como objetivo incentivar o hábito de ler entre os internos. O projeto faz parte da política de ressocialização de reeducandos do Sistema Prisional do Piauí, desenvolvido através de parceria entre a Secretaria de Justiça do Estado com a Secretaria de Educação, Tribunal de Justiça e a Corregedoria Geral de Justiça do Piauí.

Fonte: Defensoria Pública do Piauí

Christiane albuquerque

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.