Diego, Silvio e Rafael declaram bens ao TRE-PI e aguardam julgamento do registro

Dos três candidatos já registrados, o médico Sílvio Mendes foi o que declarou o maior valor em bens, seguido de ex-secretário da Fazenda, Rafael Fonteles e do coronel da PM, Diego Melo.


 Diego, Silvio e Rafael declaram bens ao TRE-PI e aguardam julgamento do registro
some text

Três candidatos a governador do Piauí já registraram suas candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas ainda aguardam o julgamento do registro pelo tribunal regional do estado. Diego Melo (PL), Rafael Fonteles (PT) e Sílvio Mendes (União Brasil) foram os primeiros a declarar os bens à Justiça Eleitoral.

A lista de bens é um dos documentos que os candidatos devem enviar no ato do seu registro de candidatura. Além dela, também devem ser anexados o plano de governo, certidões que provem que o concorrente não tem ficha suja, que está quite com a Justiça Eleitoral e que sua filiação partidária é regular.

Em relação à lista de bens, os registrados devem declarar os mesmos bens colocados no Imposto de Renda Pessoa Física deste ano, referente ao ano de 2021 e os bens adquiridos de partir de janeiro de 2022 até a data do registro.

Dos três candidatos já registrados, o médico Sílvio Mendes foi o que declarou o maior valor em bens, seguido de ex-secretário da Fazenda, Rafael Fonteles e do coronel da PM, Diego Melo.

No total, o médico declarou R$ 1.936.413,26. Entre os bens de maior valor de Sílvio estão prédios residenciais e um comercial, casa e apartamento e investimentos em renda fixa no valor de R$ 250 mil.

O ex-secretário da Fazenda declarou R$ 1.649.200,00, sendo que R$ 950 mil são bens de imóveis, aplicações e investimentos no valor de R$ 79.200,00.

Já o coronel da Polícia Militar declarou que seus bens todos são avaliados em R$ 395.179,17, sendo que a maior parte é referente a uma casa de cerca de R$ 280 mil.

Candidatos a vice-governadores

Entre os candidatos a vice-governadoria, o coronel Carlos Pinho (PL), vice na chapa do coronel Diego Melo não declarou bens.

O atual presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho (MDB), que concorre como vice na chapa de Rafael, declarou R$1.704.637,10. A maioria dos bens são referentes a aplicações e investimentos e à caderneta de poupança que somam quase R$ 840 mil.

A candidata a vice de Sílvio Mendes, deputada federal Iracema Portela (Progressistas) declarou R$ 1.441.816,89 sendo R$ 1,025 milhão de participação em empresas (quotas ou quinhões de capital) e R$ 82 mil de uma cota em participação de uma aeronave.

A análise dos documentos, inclusive da lista de bens e dos planos de governo, será realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) até 12 de setembro.

Fonte: G1 PI

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.