Defensoria faz balanço positivo do início dos atendimentos por meio do aplicativo e-Defensor

O e-Defensor foi desenvolvido pela Defensoria Pública do Estado de Roraima que gentilmente o cedeu à Defensoria do Piauí


 Defensoria faz balanço positivo do início dos atendimentos por meio do aplicativo e-Defensor
some text

A Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPEPI) divulgou balanço positivo dos atendimentos  realizados por meio do aplicativo e-Defensor, disponibilizado oficialmente para a população para o acompanhamento de demandas cíveis desde o dia 14 de junho. Atualmente 252 pessoas já fazem uso da ferramenta que possibilita que os assistidos pela Instituição acompanhem o andamento dos  seus processos, permitindo ainda mais agilidade na prestação de serviços à população.  O e-Defensor foi desenvolvido pela Defensoria Pública do Estado de Roraima que gentilmente o cedeu à Defensoria do Piauí, a partir de solicitação do Defensor Público Geral, Erisvaldo Marques dos Reis.

A funcionalidade, disponível para ser baixada no Google Play, possibilita que os assistidos que já possuem processo em andamento na Defensoria possam acompanhar o curso do mesmo.  Para os assistidos que estão buscando o suporte da Instituição pela primeira vez, a recomendação é que procurem os contatos telefônicos, de whatsApp e e-mail, disponibilizados no site www.defensoria.pi.def.br e nas redes sociais, para que possa ser feito o cadastro e iniciado o atendimento.

Além do acompanhamento de processos, por meio do e-Defensor os assistidos da DPE-PI também podem agendar horário para falar com Defensores e Defensoras, assim como enviar documentos e fotos necessários para instruir seus respectivos processos.

O Analista de Tecnologia da Informação, Guilherme Cássio Oliveira Holanda, um dos responsáveis pela adaptação da ferramenta na Defensoria Pública do Estado do Piauí, destaca a implementação do e-Defensor. “Desde o lançamento, temos 252 assistidos ativos utilizando o e-Defensor. O aplicativo fornece agilidade no atendimento prestado à população que, por meio dele, pode acompanhar e interagir diretamente com o seu Defensor, tirando dúvidas através do chat e-Defensor e/ou agendando seu retorno à sua Defensoria de atendimento”, diz.

O Diretor Administrativo da Defensoria Pública, Defensor Público Ivanovick Feitosa Dias Pinheiro, também ressalta os avanços com a utilização do aplicativo. “Sem dúvidas a implementação do e-Defensor foi mais um ganho, no sentido de facilitar a comunicação com o nosso público assistido. O aplicativo representa uma significativa ajuda para quem já possui processo em andamento na Instituição, por proporcionar maior agilidade no atendimento, evitando que as pessoas tenham que se deslocar até os Núcleos e Diretorias, especialmente nesse período de pandemia que ainda vivenciamos.

O Defensor Público Geral, Erisvaldo Marques dos Reis, destaca a satisfação com os resultados alcançados até o momento. “Quando buscamos a implementação do aplicativo e-Defensor na Defensoria Pública do Piauí, nossa ideia era exatamente proporcionar um canal que facilitasse ainda mais o contato dos nossos assistidos com a Instituição,  dando maior agilidade aos atendimentos e acompanhamento dos processos. O resultado hoje está ai, 252 assistidos utilizando o aplicativo ativamente, sem necessidade de deslocamentos desnecessários. Nossa intenção é expandir cada vez mais o e-Defensor para que os demais setores da Defensoria possam também fazer uso e para que, cada vez mais, a população que necessita dos nossos serviços possa ser beneficiada”, afirma.

Dúvidas sobre o e-Defensor? Confira aqui as respostas:

Para quem se destina o e-Defensor?
– O e-Defensor se destina aos assistidos que já possuem atendimento na Defensoria. Com o e-Defensor os assistidos podem acompanhar o histórico dos seus atendimentos e solicitar um novo agendamento, seja presencial ou remoto.

Futuramente, o e-Defensor também dará suporte para os casos de primeiro atendimento?
– Sim. Em futuras atualizações o e-Defensor também passará a efetuar novos atendimentos, atendendo os assistidos que não possuem processo em andamento na Defensoria.

Como funciona o envio de documentos através do e-Defensor?
– A opção de envio de documentos somente é habilitada quando o atendente e/ou Defensor solicita um documento pendente através do CHAT.

Fonte: Defensoria Pública

Christiane albuquerque

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.