Conselheiro Tutelar de Cajueiro da Praia protesta em rede social contra Prefeitura; prefeitura responde

Segundo o conselheiro tutelar, o Prefeito Felipe Ribeiro (REPUBLICANOS) ainda não se manifestou sobre as demandas que foram levadas.


 Conselheiro Tutelar de Cajueiro da Praia protesta em rede social contra Prefeitura; prefeitura responde
some text

De acordo com um comunicado, publicado em uma rede social neste sábado às 20h, por um representante do conselho tutelar do município de Cajueiro da Praia (segue abaixo a reclamação do conselheiro), é informado que o serviço de proteção pelos os direitos da criança e do adolescente continuará, somente, em regime de plantão, que os conselheiros ficarão de sobreaviso no telefone, e que atendimentos presenciais acontecerão em casos de urgência ou agendados pelos conselheiros.

De acordo com a informação, esse atendimento se deu devido as cobranças dos munícipes de Cajueiro da Praia, em partes, pois muitas cobranças que são atribuídas ao conselho tutelar, não é de competência da entidade, segundo a reclamação.

"trabalhamos de acordo com a Lei do ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) conforme nossas atribuições contidas no mesmo, e nem tudo que está lá são nossas atribuições, proteger é dever e obrigação de todos em geral", disse um dos conselheiros na postagem. A postagem continua dizendo que o órgão é o zelador de diretos, não somente um órgão direto de proteção, e que para isso existe o serviço ostensivo da Polícia Militar e de investigação função essa da Polícia Civil, e também toda rede de proteção do Munícipio.

A denúncia segue relatando, que ainda que, a entidade não atenda no horário normal na sede presencialmente, devidos algumas questões necessárias ao atendimento mínimo de conforto tanto para os conselheiros como também para aqueles que procuram ser atendidos, a sede não teria uma sala própria para atendimento. Segundo o conselheiro, o atendimento é feito de portas abertas, o que acabaria prejudicando, tendo em vista, que os assuntos tratados são de caráter sigiloso a escuta de terceiros.

Ainda da denúncia, a publicação segue relatando que a falta de alguns equipamentos, como computador adequado para digitação, como também outros equipamentos físicos, pois de acordo com a reclamação, os que teriam no órgão para fazer os atendimentos estariam, segundo a informação, acabados. Além disso, o conselheiro relata que no momento a sede está sem água para banheiros e para o serviço de limpeza, e também para outras questões prioritárias e necessárias que já foram requisitadas desde a gestão anterior, mas que segundo ele, não foram atendidas nem mesmo pela nova gestão, governada pelo prefeito Felipe Ribeiro (REPUBLICANOS).

O conselheiro conta, que foram feitas várias requisições a gestão atual do Prefeito Felipe Ribeiro (REPUBLICANOS), mediante ofício e assunto especificado ainda no mês de janeiro, mas que ainda foi possível obter respostas do município. Foram feitos pedidos de reuniões, mas que segundo o conselheiro, o Prefeito nunca procurou o órgão para que pudesse debater assuntos ligados a melhoria da sede do conselho tutelar. Portanto, diante os fatos narrados pelo conselheiro tutelar, em reunião colegiada, o órgão decidiu encaminhar a situação ao Ministério Público e espera ter uma resposta, para que o atendimento volte a normalidade seguindo todas as normas de segurança.

Outro Lado

A secretária de assistência social de Cajueiro da Praia, Verônica Ribeiro, entrou em contato com a nossa equipe. Sobre os fatos apresentados pelo conselheiro tutelar, a secretária esclarece que todas as demandas que estão na competência da secretaria foram atendidas, e que infelizmente a nova gestão encontrou prédios sucateados. A secretária afirma, que assim como as condições de trabalho foram melhoradas com a aquisição de um bebedouro, ar-condicionado e celular para os conselheiros, já foi solicitado também a reforma do prédio.

Segundo Verônica, o conselho estava trabalhando de forma remota por conta da pandemia e o grande número de casos de covid-19 no município, mas foi solicitado e atendido o pedido de vacinação dos conselheiros, de acordo com a secretária todos os conselheiros começaram a ser imunizados com a primeira dose, e após isso foi solicitado a volta de forma presencial de todos os funcionários. Sobre o fato da falta de água, a Verônica Ribeiro conta que a bomba do poço do prédio, já foi consertada várias vezes pela secretaria de obras e que foi informado a secretaria que pela falta de uso a mesma a bomba sempre para.

De acordo com a secretária, todos os pedidos que a prefeitura recebeu do conselho foram atendidos, como a solicitação de carro para viagens, ou a presença dos profissionais da proteção básica. E que a secretaria já fez o cadastro no Ministério da Cidadania para receber o kit do conselho tutelar, e que infelizmente só esse ano o município ficou apto para receber, mas segundo Verônica, o prefeito solicitou ao deputado Flavio Nogueira (PDT) uma emenda parlamentar para agilizar esse recebimento.

Foto: Reprodução/Facebook

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.