Brasil recebe maior remessa em um dia de vacina da Pfizer contra Covid-19

Divididas em quatro voos, 5,1 milhões unidades de imunizantes desembarcam no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), neste domingo (12).


 Brasil recebe maior remessa em um dia de vacina da Pfizer contra Covid-19

Um trabalhador de laboratório é visto no Departamento de Diagnóstico Laboratorial, que realiza testes de diagnóstico de coronavírus no Centro Wielkopolska de Pneumologia e Cirurgia Torácica em Poznan, Polônia em 3 de março de 2020. Foto tirada em 3 de março de 2020.

some text

O Brasil recebeu, neste domingo (12), cerca de 2,4 milhões de doses de vacina da Pfizer contra o novo coronavírus e mais 2,6 milhões de unidades estão previstas para serem entregues no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), totalizando aproximadamente 5,1 milhões de unidades – o que formará o maior lote do imunizante recebido em um único dia.

Segundo o governo federal, o primeiro voo, com 1,3 milhão de doses, desembarcou ainda madrugada. O segundo voo, com 1,1 milhão de vacinas, chegou por volta das 10h30. Já as outras duas remessas, com 1,1 milhão e 1,5 milhão de unidades, estão previstas para chegarem à tarde.

“As vacinas chegam para acelerar ainda mais a campanha de vacinação que já imunizou mais de 70 milhões de brasileiros com as duas doses ou a vacina de dose única, ou seja, quase 44% da população adulta”, disse o ministério, em nota.

“Os reflexos da imunização da população aparecem nos dados epidemiológicos todos os dias. Na última semana, 23 estados estavam com ocupação de leitos abaixo de 50%.”

Até o momento, consta no sistema da pasta que 59 milhões de doses do imunizante estão disponíveis, com 51,1 milhões já entregues aos estados e 7,9 milhões em sistema de distribuição.

O estado de São Paulo anunciou na sexta-feira (10) que começará a aplicar o imunizante da Pfizer para quem está com a segunda dose da AstraZeneca atrasada.

A capital paulista chegou na semana passada 98% dos postos de imunização contra o novo coronavírus sem doses da AstraZeneca.

A cidade do Rio já aplica a vacina da Pfizer no lugar da AstraZeneca por falta de doses. A prefeitura cadastra listas de espera nas unidades de saúde, caso alguma pessoa não possa receber a substituição de vacinas por algum motivo.

Fonte: CNN Brasil

Portal Piauiês

https://opiauies.com

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.