Assinada ordem de serviço para reforma e modernização do hospital de Luís Correia

Com a reforma geral, o Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição vai ter um aumento no quantitativo de leitos, melhorando o atendimento à população da região litorânea.


 Assinada ordem de serviço para reforma e modernização do hospital de Luís Correia
some text

O Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), assinou nesta segunda-feira (06), a Ordem de Serviço da Reforma do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, localizado em Luís Correia, litoral piauiense, em solenidade que contou com a presença da prefeita de Luís Correia, Maninha Fontenele. A obra faz parte da política de investimento do governo na rede hospitalar, através de parcerias com os municípios.

Para a prefeita de Luís Correia, Maninha, este é um momento muito importante para a cidade, de muita alegria “Não foi fácil chegar até aqui e por isso queremos agradecer todos os parceiros porque sem eles essa reforma não seria possível. Será nossa primeira reforma geral e vai trazer modernização e qualidade para o atendimento que o povo de Luís Correia merece”, diz.

De acordo com o secretário de saúde, Neris Júnior o funcionamento do hospital é de suma importância para a cidade de Luís Correia e região. “Ao longo de 30 anos, o hospital tem feito parte da rede de urgência e emergência, servindo de auxílio aos outros hospitais da região e reforçando também o atendimento ao turista”, afirma o gestor.

Com a reforma geral, o Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição vai ter um aumento no quantitativo de leitos, melhorando o atendimento à população da região litorânea. Segundo Neris Júnior, a política de parceria com os municípios começou na gestão do ex-secretário Florentino Neto e está cada dia mais forte.

“Além de Luís Correia, estamos fazendo também parceria com o município de Cajueiro da Praia. Lá será reformada a Unidade Mista de Saúde com implantação de dois leitos de estabilização. Só quem ganha é a população que tem um melhor atendimento e os profissionais de saúde, que vão ter equipamentos melhores para realizar o trabalho”, afirma.

Fonte: Sesapi

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.