Anvisa não recomenda tratamento de calvície com minoxidil por via oral

Para evitar os riscos associados ao uso do minoxidil no tratamento de calvície, a Sociedade Brasileira de Tricologia indica que o medicamento seja aplicado de forma tópica, diretamente na região em que se deseja aumentar o crescimento de cabelo.


 Anvisa não recomenda tratamento de calvície com minoxidil por via oral
some text

Quem tem ou já teve problemas com queda de cabelo provavelmente já fez uso ou ouviu falar do minoxidil. Esse medicamento se popularizou no país para o tratamento de calvície, e costuma ser utilizado de duas formas: pela via oral, através de cápsulas; e pela aplicação tópica, diretamente no colo cabeludo.

Só que o uso pela via oral não é recomendado para o tratamento de calvície pela Anvisa e nem pelos órgãos regulatórios de outros países, como os Estados Unidos. O minoxidil oral é um medicamento considerado muito potente para o tratamento de pressão alta, e pode trazer riscos graves ao paciente. O médico Luciano Barsanti, que é presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia explica que quando o indivíduo toma o medicamento as artérias se dilatam e podem causar muitos problemas de saúde.

Para evitar os riscos associados ao uso do minoxidil no tratamento de calvície, a Sociedade Brasileira de Tricologia indica que o medicamento seja aplicado de forma tópica, diretamente na região em que se deseja aumentar o crescimento de cabelo.

E apesar de não ser recomendada pela Anvisa, a prescrição do minoxidil oral para esse tipo de tratamento não é proibida; por isso, os dermatologistas têm liberdade para avaliar cada caso e decidir pela indicação ou não do produto.

O médico Luciano Barsanti ressalta que o maior risco está associado à prática da automedicação.

Por causa desses riscos, a Sociedade Brasileira de Tricologia recomenda que o tratamento de calvície seja sempre orientado por um profissional qualificado, como um tricologista, que é um dermatologista especializado em cabelos e couro cabeludo.

Fonte: Agência Brasil

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.