Alta de até 32% nas tarifas de energia no Maranhão e mais 4 Estados é aprovada pela Aneel

Os maranhenses terão reajuste de 1,37% para consumidores residenciais e 3,68% para consumidor de alta tensão (indústrias).


 Alta de até 32% nas tarifas de energia no Maranhão e mais 4 Estados é aprovada pela Aneel
some text

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou o reajuste tarifário de 8 distribuidoras de energia nesta 3ª feira (23.ago.2022). Todas poderão aumentar a conta de luz, exceto a Forcel, do Paraná, cuja revisão na tarifa será negativa.

O maior aumento para o consumidor residencial será aplicado pela Elektro Redes, de 10,8%. A distribuidora atende 2,8 milhões de clientes em 223 municípios de São Paulo e 5 do Mato Grosso do Sul.

A Elektro também poderá aumentar em 23,7% a tarifa do segmento de consumidores de alta tensão –indústrias ou empresas de médio e grande porte.

Eis os reajustes aprovados:

Elektro Redes (MS/SP)

  • Consumidor residencial: 10,76%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 23,72%

Decelt (SC)

  • Consumidor residencial: 7,49%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 8,22%

EFLUL (SC)

  • Consumidor residencial: 8,32%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 31,94% 

EFLJC (SC)

  • Consumidor residencial: 6,95%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 0,69%

Forcel (PR)

  • Consumidor residencial: -0,27%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): -12,04%

Equatorial (MA) 

  • Consumidor residencial: 1,37%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 3,68%

Cooperaliança (SC)

  • Consumidor residencial: 7,38%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 3,46%

EPB (PB)

  • Consumidor residencial: 0,46%
  • Consumidor de alta tensão (indústrias): 3,49%

Fonte: Poder 360

Samuel Aguiar

Veja ainda

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Obrigado por seu contato!
Em breve nossa equipe retornará para você.